PROENÇA-A-VELHA
Evolução Histórica e Administrativa Até 1218 pertenceu a Idanha-a-Velha, a antiga Egitânia. 1218 - Em Abril de 1218 recebe foral de D. Pedro Alvites, mestre da Ordem do Templo, em carta concedida com beneplácito de D. Afonso II e D. Urraca.
11
Out 09

 

 

 


 

O nosso mundo

 


 Tu que vives num mundo de realidades douradas

Não desdenhes daqueles que nada têm

E que passam com os olhos no chão, junto de ti.


 

Deixa-os seguir com os seus sonhos vazios

E não lhes estorves os pensamentos com o teu desdém

Pois eles são hoje aquilo que de certo ontem não eram

Mas hoje são a chaga e a doença e tu desvias-te deles quando passas


 

Medita um pouco e lembra-te que já foram jovens 

Eles não nasceram assim

Porque se transformaram em farrapos?

Será que não tens culpa?


 

Tu que vives num mundo de sonhos e felicidade

Lembra-te de quem não sonha.

Lembra-te de quem não tem sequer direito a sonhar

Pensa um pouco e dá razão ao teu coração


 

Eles já foram meninos alegres e sorridentes

Hoje transportam toda a desilusão

Sem família, sem amigos e doentes

Caminham desamparados olhando o chão


 

Um ser humano abandonado

É mesmo um infeliz

Que vive envergonhado

A vida e nada diz

 

 

 E Tu Meu Deus, porque os tratas assim?

Porque lhes dás tanto sofrimento?

Porque os abandonaste?

PORQUÊ?

 


 


FAfonso


 


 

publicado por AALADOSNAMORADOS às 22:48
sinto-me:
Fizeste-me sentir mal... acho que todos nós, pelo menos uma vez na vida, passamos por um ou outro pobre, com os olhos pregados no chão, e ignorámos aquele que nos estica a mão... quase que temos medo de olhar, como se tivessemos receio de ver a tristeza dos outros, o desespero nos seus olhos, quase como se se tratasse de uma doença contagiosa e aquela "forma de vida" pudesse passar para nós! Meu Deus! Que vergonha! Últimamente tenho optado por os olhar nos olhos e dizer-lhes simplesmente que não posso ajudar... e não posso mesmo! Alguns ficam desiludidos! Outros ficam admirados por eu os olhar directamente... Eu não fico feliz por não lhes poder dar uma moeda ou uma fatia de pão, mas pelo menos não me sinto tão mal... pelo menos não os ignoro como em tempos fiz...
soumaiseu a 13 de Outubro de 2009 às 12:47
Boa tarde São

Eu quando escrevo, acredita, é também a mim próprio que me dirijo.
Escrevo o que me vai na alma.
Infelizmente é este o mundo em que vivemos.
Sei muito bem, que muitos se transformam em farrapos por culpa própria e acho que os maiores culpados são os governos que não têm coragem para ditar leis corajosas.Democracia não é cada um fazer o que lhe vai na real gana.
Mas enfim, é isto que temos.
Um beijinho

Afonso

PS
não cos tumas ver o teu email?
Costumo sim! Só que às vezes ando tão atarefada que não tenho tempo para nada e esqueço-me dele! Vou tratar disso, sim? Não te zangues!

Bêjo!

São
soumaiseu a 13 de Outubro de 2009 às 21:18
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Posts mais comentados
11 comentários
9 comentários
8 comentários
6 comentários
5 comentários
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Meu amigo, tenho esperado que venhas aqui dar noti...
Olá amiga SãoMuito obrigado pelas suas palavras de...
Força meu Amigo! Que Deus esteja contigo e te ajud...
Amigo Adolfo muito obrigado pelas suas palavras de...
Amigo Francisco Afonso só hoje tomei conhecimento ...
:-) Fico tão contente por ti! :-) Ainda bem que es...
Olá amiga São.Antes de mais obrigado pelas palavra...
Tens um texto para ti no meu blog. Quando puderes ...
Meu querido amigo.... só agora vi este teu post e ...
Bom dia SãoFoi com imenso prazer que recebi a tua ...
mais sobre mim
blogs SAPO