PROENÇA-A-VELHA
Evolução Histórica e Administrativa Até 1218 pertenceu a Idanha-a-Velha, a antiga Egitânia. 1218 - Em Abril de 1218 recebe foral de D. Pedro Alvites, mestre da Ordem do Templo, em carta concedida com beneplácito de D. Afonso II e D. Urraca.
10
Abr 10

      OS AVÓS

E

OS SEUS NETINHOS

 

 

Chegando à idade em que na maioria dos casos começamos a pensar em alguns anos de vida mais calmos e menos desgastantes, começamos também a pensar em como seria bom poder ter sobre os joelhos aqueles pequenos seres que seriam a nossa continuidade, depois da passagem por esta vida, tantas vezes recheada de sacrifícios de ordem diversa, mas também de alegrias várias.

São esses seres os nossos netos, em regra traquinas e ao mesmo tempo amorosos.

No entanto, com a idade chegam também, em regra, algumas doenças. Umas mais graves que outras, mas, qualquer delas, inibidoras da tal vida mais calma e menos desgastante a que atrás me referi.

Mas, e em especial irei apenas referir os meus netinhos: O Miguel e a Marta.

O Miguel, o mais velhinho tem já seis anos. É muito irrequieto e também muito amoroso e de ideias próprias. Fez a pré primária no JIFA -Jardim Infantil da Freguesia do Anjos e entrou este ano em Setembro para o Externato Passos Manuel, situado na rua do mesmo nome.

São dois Estabelecimentos dedicados aos mais novos e situados muito perto da minha residência.

Desta forma não há dia algum em que tanto eu como a minha esposa não passemos bastante tempo com eles.

A Marta tem três anos e ainda anda no JIFA. É uma jóia, muito bonita, (quem é que não acha os seus netos os mais lindos do mundo?) e além de amorosa também muito “senhora do seu nariz”. Quando quer uma coisa, quer mesmo e não há nada que lhe desvie a ideia do objectivo dela. Se por exemplo não me quiser dar um beijinho, não dá mesmo; mas se se quiser pendurar ao meu pescoço para me abraçar e dar imensos beijos, também não há nada a fazer.

É uma alegria e um prazer imenso poder ter sobre os joelhos estas criaturinhas que certamente nos irão prolongar pela vida fora.

Na verdade é algo indescritível vê-los crescer e acompanhá-los nas suas brincadeiras, nas suas birras, nos seus pedidos infantis e também nas suas ingénuas malandrices.

Claro que estas alegrias e estes prazeres também têm um preço.

Prendem-nos os tempos livres e acabam mesmo por condicionar toda a nossa actividade e até hipotéticos passeios que eventualmente programássemos.

Mas o que é isso comparado com os carinhos que deles recebemos?

Uma só palavra: Nada.

E, depois, não nos podemos esquecer daquela máxima que diz: “Quem corre por amor não se cansa” e nós não nos cansamos.

 

FAfonso

 

 

 

publicado por AALADOSNAMORADOS às 14:20
sinto-me: BEM
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Posts mais comentados
11 comentários
10 comentários
8 comentários
6 comentários
5 comentários
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Daniel Carvalho,fiquei feliz por encontrat o filho...
Caro Daniel, estou a escrever um texto sobre as OP...
Gostei muito do seu blog obrigado
Daniel, não sei como chegar a ti, sou o Avelino F...
Meu amigo, tenho esperado que venhas aqui dar noti...
Olá amiga SãoMuito obrigado pelas suas palavras de...
Força meu Amigo! Que Deus esteja contigo e te ajud...
Amigo Adolfo muito obrigado pelas suas palavras de...
Amigo Francisco Afonso só hoje tomei conhecimento ...
:-) Fico tão contente por ti! :-) Ainda bem que es...
mais sobre mim
blogs SAPO